Loading...

Cidade

Os primeiros habitantes da região onde se localiza o município eram índios Malalis e Coropós. Os primeiros brancos que se fixaram aí, foram os paulistas em busca de ouro. 
Não há documentação segura que revele com exatidão a data de ocupação e nem o nome dos desbravadores. Sabe-se, contudo, que já em 1852 o povoado tinha certa importância, pois nesta data foi elevado a Distrito de Paz e Curato, recebendo na mesma ocasião, o nome de São José do Jacuri, nome que conserva até hoje. 
Desde que os primeiros moradores aí se fixaram em razão do ouro e, computando-se diversos dados sobre a população local, pode-se calcular a data de exaustão das minas. Realmente, a população veio crescendo até 1890, quando atingiu quase 8 mil habitantes na sede do povoado; 10 anos depois, em 1900, estava a população reduzida a 3.304 habitantes, parecendo ter sido nessa época a cessação das atividades mineiras, passando então a agricultura e a pecuária a assumir a importância principal na vida econômica do município, o que vem acontecendo até nossos dias.


Formação Administrativa 

O Distrito de São José do Jacuri foi criado pela Lei Provincial nº 575, de 04 de maio de 1852. 
O município o foi pela Lei Estadual nº 1.039, de 12 de dezembro de 1953, com território desmembrado do município de Peçanha, a cuja jurisdição administrativa pertencia, como distrito, desde 25 de outubro de 1875. Antes estivera sob a dependência sucessiva dos municípios de Minas Novas, Serro e São João Batista. 
A instalação solene do novo município deu-se em 1º de janeiro de 1954, sendo jurisdicionado à Comarca de Peçanha.